INCLUSÃO SOCIAL – JOVENS COM NECESSIDADES ESPECIAL NO JAPÃO

 


QUAL A NOSSA REALIDADE DENTRO DA COMUNIDADE BRASILEIRA NO JAPÃO?

A comunidade brasileira vem envelhecendo no Japão e esta realidade nos obriga a olhar com mais carinho para os idosos e para aqueles brasileiros que necessitam de algum cuidado especial.

Nos últimos anos temos acompanhado o aumento das crianças brasileiras diagnosticadas com autismo e sendo encaminhadas para o sistema educacional paralelo nas chamadas escolas especiais.

Mas a intenção desta reflexão não é discutir os motivos, a certeza das avaliações ou a necessidade ou não destes encaminhamentos, porém a reflexão proposta é pensar como  as famílias que possuem filhos especiais estão conseguindo cuidar de seus filhos, quais suas dificuldades presentes e até mesmo as suas futuras necessidades.

A realidade mais presente nestas famílias é a da mãe optar por trabalhos temporários – part time ou até mesmo dependendo da necessidade optar por não trabalhar e na outra ponta, o pai focar todos os seus esforços no trabalho com a maior quantidade de horas extras.

Com o passar dos anos esta situação pode não se sustentar por vários motivos como, por problemas de saúde ou principalmente pelo envelhecimento dos pais e a queda da sua produtividade, o que pode acarretar na perda de trabalho com melhores ganhos e horas extras.

Esta família sem o bom trabalho que possa garantir o sustento da família e o filho com necessidade especial já em fase adulta, com certeza iniciará uma etapa de vida com bastante dificuldade.

 



Evitar esta situação e oferecer novas oportunidades é a visão da
INCLUSÃO SOCIAL das famílias que possuem filhos com necessidades especiais

 

 


Alguns setores já vem direcionando vagas de emprego pensando nesta realidade, oferecendo oportunidades de emprego para os pais e para os adultos com necessidades especiais.

Muitas famílias japonesas já conseguem através dos Projetos Governamentais encaminhar seus filhos para empresas que abrem oportunidade para este perfil de jovens. Estas empresas acabam colaborando na inclusão social e na melhor qualidade de vida destas famílias.

Um grande Hospital em Nagoya que atende pessoas com necessidades especiais, foi um pouco mais além, abriu espaço para que pais que possuem filhos especiais possam também trabalhar e cuidar de seus filhos.

Este Hospital em Nagoya não faz distinção de nacionalidade/idade e brasileiros podem se candidatar as vagas.

O serviço é para Ajudante de Enfermagem, Não é Necessário ter Certificado e através de treinamento Ensinam todo o Serviços a serem executados, porém Exigem o Nihongo Básico para Comunicação do dia-a-dia.

O Salário proposto é de ¥1.300/h e o Horário de Trabalho é de segunda ~ sexta (das 09:00 ~ 17:00 hs) e aos sábados (das 09:00 ~ 12:00 hs)

Oferecem Moradia Subsidiada (necessário fazer consulta antecipada/disponibilidade de vagas) para Famílias (¥21.000) e Solteiros (¥24.000)

♦ Todas as Idades (vagas para Homens e Mulheres)


Caso você queira saber mais sobre o assunto, tirar suas dúvidas ou mesmo teve interesse pela vaga oferecida pelo Hospital em Nagoya, a NPO Koryunet pode te ajudar esclarecer o assunto.

Contato : Romeu – 090-2181-0711


se preferir preencha seu pré-cadastro e a Empresa entrará em contato com você

Clique Aqui


 

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *