10 coisas que não se deve fazer no Japão

10 coisas que os  estrangeiros não devem fazer no Japão

As vezes nos comportamos de maneira indevida e acabamos desagradando ou até mesmo ofendendo alguns japoneses, por falta de conhecimento da cultura.

Então vamos aprender 10 coisas que não devemos fazer no Japão:

1. Abrir a porta para o convidado sair, na hora de despedida.

  Ao contrário do costume brasileiro, o anfitrião não deve abrir a porta para o convidado  sair, na hora da despedida. Esta “gentileza” comum em muitos países, dá a impressão que, quem convidou queria que o convidado fosse embora o mais rápido possível. Portanto, o convidado precisará abrir a porta com sua própria mão na hora de ir embora. Assim dá se a impressão que ele foi embora por vontade própria.


2.Visitar a casa do amigo sem levar nenhum presente.

  Quando visitar a casa de um amigo, é obrigação levar alguns presentinhos tais como doces, bolos, salgadinhos, como uma forma de educação, nada muito caro. Estudantes, não têm a necessidade desta formalidade, porém, quando são adultos que  trabalham na mesma empresa, recomenda se levar algum presente e quem convidou deverá oferecer alguns comes e bebes, tais como doces,bolos e salgadinhos,,com o objetivo de agradar os convidados. Detalhe: Não se pode oferecer a comida que o amigo trouxe como presente, o que é considerado como falta de educação.

3.Falar “Tim Tim” na hora de brindar.

   “Tim Tim” é a palavra que as crianças usam para se referir ao orgão masculino.  Em vez disso, diga: “Kanpai”.

4.Perguntar a idade para as mulheres que aparentam ter mais de 25 anos

   Acho que esta regra é universal. Porém, fica aqui como uma etiqueta a ser cumprida.

5.Perguntar se tem namorado ou não

  Muitos brasileiros costumam perguntar se a pessoa tem namorada (o) já no primeiro contato. Porém, isso é considerado como falta de educação no Japão. Aliás,os japoneses têm tendência de esconder a existência do seu companheiro o máximo possível.

6.Perguntar quanto a pessoa ganha.

  Deveria ser uma regra  universal. Porém, é uma pergunta que muitos estrangeiros fazem, mas é melhor não perguntar sobre isso para os japoneses.

7.Abrir o presente logo após recebê-lo, sem a autorização da pessoa que deu 

    No Japão quem recebeu o presente, deve guarda lo, não se deve abri-lo na hora, para saber o que tem dentro, o que é considerado como falta de educação. Aliás, quem recebeu o presente precisará retribuir em outras ocasiões.

8.Elogiar seu (sua) namorado(a),esposo(a) e sua família para seus amigos.

  Pela tradição japonesa, as pessoas não devem  elogiar seus companheiros tais como namorado(a),esposo(a). Esta atitude é considerada como exibicionista. No Japão, as pessoas precisam ser humildes. Ou seja, caso queira  fazer amigos ao invés de inimigos,  simplesmente apresente seu companheiro aos amigos.

9.Recusar bebida oferecida pelo superior, em uma festa

   Se quiser uma promoção na empresa onde trabalha, seria melhor não recusar a bebida oferecida pelo chefe ou pessoa de cargo superior. Caso ele se sinta ofendido, ficará difícil conseguir uma promoção posteriormente.

10.Dar dinheiro cujo número é par no casamento.

  Os japoneses têm o costume de dar dinheiro em várias ocasiões, como casamento, funeral, nascimento de filho, ingresso de filho na escola primária,etc.

 Os números pares por serem “divisíveis”, lembram “separação”, o que não é adequado para a comemoração de um  casamento. Portanto, quando um convidado oferecer dinheiro para casal no casamento, a quantia de dinheiro deve ser número impar,  como por exemplo: 10000, 30000 e 50000 ienes. Assim como também  “quatro”, porque o número “4” (shi) é sinônimo de “morte”.

Fonte:  Japonês em Porto Alegre – http://traducao-japones.blogspot.jp/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *